Objetivo


segunda-feira, 16 de abril de 2018

O VOTO DA IGNORÂNCIA

Um programa de alfabetização a exemplo do
Mobral precisa ser implementado no país.
Estamos num país dividido literalmente. O sul e o sudeste com bons índices de educação e o Norte e Nordeste com baixos índices. Isto explica a preferência de eleitores nestas regiões de baixa escolaridade por políticos corruptos, inclusive condenados , porque a maioria destas pessoas não tem o discernimento de escolher o que é bom para o país. Estamos falando de um país onde mais de 50% da população só tem o ensino fundamental ,e ainda existem mais de 10 milhões de analfabetos. E os analfabetos podem votar também.
Os esquerdistas alardeiam no interior desses
bolsões de pobreza que se for eleito alguém da
direita vai  cortar a Bolsa Família e outros benefícios.
Chega a ser um crime eleitoral.


Sendo que a região Nordeste tem 14,8 % de analfabetismo,quatro vezes maior que o Sudeste com 3,8%; o  Sul 3,6% ;Norte 8,5% e Centro-Oeste 5,7%. Por isto, que nestes bolsões de  pobreza e analfabetismo e baixa escolaridade estão os votos dos petralhas, os quais vem perdendo adeptos a cada dia na medida que a população vai entendendo o que fizeram com as finanças do Estado brasileiro.
Eles pensam com a barriga e acreditam que a Bolsa Família e outros benefícios chamados de sociais são dados pelos políticos. Eles não tem a dimensão que é o Estado brasileiro que banca e que ninguém vai retirar estes benefícios, a não ser que esteja sendo concedido irregularmente.
Saímos, portanto, do voto de cabresto dos "coronéis" de antigamente para o voto dos benefícios sociais. Isto torna os sistemas políticos e eleitoral brasileiros perversos e difíceis de serem renovados, inclusive com a presença de novos atores políticos para higienizar a política brasileira. ( Fotos Google)

quarta-feira, 11 de abril de 2018

O SUPREMO E O CASUÍSMO

Ninguém sabe o verdadeiro motivo que o ministro
Marco Aurélio  quer julgar pela terceira vez as
prisões em segunda instância.Apreensão geral.
Estamos vivendo momentos tensos e imprevisíveis em nosso país. Temos um Congresso Nacional infestado de corruptos, alguns já viraram réus, e muitos outros  estão sendo investigados, uns poucos na cadeia ou em casa cumprindo prisão domiciliar . O pior é que temos um Judiciário dividido entre os que honram suas togas e cumprem as leis, e os que ficam tergiversando para encontrar formas estranhas de defesas  de bandidos presos ou investigados.
Isto tem causando uma instabilidade institucional e jurídica em nosso país, o que só contribui para aumentar a crise . Um caso emblemático é o da prisão em segunda instância,procedimento adotado em quase todos os países democráticos, inclusive alguns já prendem em primeira instância,como é o caso dos Estados Unidos. Portanto, depois de examinarem este assunto por duas vezes seguidas os ministros decidiram que as prisões poderiam ser feitas em segunda instância, e assim, vários criminosos foram para a cadeia, sendo o mais recente o ex-presidente Lula.
Como é um político de renome , os defensores dos criminosos  resolveram que o assunto tem que ser novamente reaberto e discutido. Portanto, hoje novamente corremos o risco de ver a prisão de segunda instância sendo discutida mais uma vez pra atender o casuísmo da prisão do ex-presidente. Vergonhoso.
Um casuísmo que não combina com uma Corte Suprema de qualquer país que se respeita. Por isto ,estão pressionando a atual presidente do STF, Cármen Lúcia para que paute de qualquer forma este assunto, tentando até passar por cima de vários HCs que têm prioridade.

domingo, 8 de abril de 2018

ÓPERA BUFA DOS PETISTAS E SEUS APOIADORES NA PRISÃO DO CHEFE

Lula preso no carro descaracterizado da Polícia Federal.
Durante mais de 24 horas os brasileiros assistiram uma Ópera Bufa, cujo ator principal o Lula,  se homiziou no luxuoso Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo,na Grande São Paulo. De lá convocou a militância vermelha composta de  políticos, alguns artistas, e até um bispo veio de Blumenau, em Santa Catarina, interditando as ruas adjacentes . Teve churrasco, muita cerveja e até uma garrafinha de cachaça ,que depois foi recolhida providencialmente, por um dos coadjuvantes que estava em cima do carro de som.

Lula segura garrafinha misteriosa. O que continha?
A presidente do PT em suas várias aparições parecia que estava em estado de êxtase, com seu nariz empinado a falar impropérios contra a Justiça, o juiz e o Ministério Público. Fica difícil de entender como se defende um condenado por corrupção e lavagem de dinheiro a 12,1 anos de prisão em regime fechado, depois do processo tramitar por duas instâncias, uma delas um tribunal recursal, e impetrar dezenas de recursos e HCs e todos negados, muitos por unanimidade,  inclusive no STF ? Só mesmo com base numa ideologia que cega as pessoas e lhes tira a capacidade de raciocínio. Vão então pela emoção rasteira e tudo que vem pela frente não presta é golpe,fascista ou perseguição. São afirmações inócuas e insustentáveis a qualquer exame racional. 
Voltando ao palco do teatro onde foi levada a Ópera Bufa o ator principal estava vestido de preto para lembrar a data de aniversário da esposa falecida recentemente. O bispo companheiro rezou a missa para um bando de gente que não é católica e  não frequenta a igreja porque não acredita. A ideologia marxista não aceita o catolicismo. Portanto, o bispo estava malhando em ferro frio. Um coadjuvante que veio fortalecer a ideia de uma Ópera Bufa.

VAI OU NÃO VAI

Lula convocando militância para vandalizar
Depois de um discurso inflamado , onde reiterou o que já vem fazendo há décadas, pregou o ódio, mandou seus seguidores invadirem fazendas, prédios, terrenos, colocar pneus e interditar ruas e estradas. Repetiu seus discursos de nós e eles, tentando sempre dividir o país. Estava visivelmente transtornado e carregava numa das  mãos uma garrafinha fina, onde dava alguns goles, até que alguém avisou a um auxiliar que veio e tentou confiscá-la. Ele reagiu, mas depois de conversas resolveu entregar a garrafinha misteriosa. Ninguém toma uma garrafinha de água de alguém que está com sede. O que continha aquela garrafinha?
Depois de muitas notícias desencontradas e de agredirem vários jornalistas que estavam trabalhando ele surge num carro o qual foi impedido pelos tresloucados que o idolatram. Dai recebeu uma intimação que fora dada mais meia hora e dali a responsabilidade do que poderia acontecer era de responsabilidade do  ator principal. Vieram discursos tentando explicar aos tresloucados que o Lula teria que se entregar.
Assim foi feito e ele saiu preso escoltado por agentes federais até a sede da PF,onde fez exame de corpo delito. Seguiu até Congonhas onde viajou num Cesna Caravan, que fora confiscado de bandidos, e chegou finalmente em Coritiba onde está encarcerado. 
Houve ainda em Coritiba uma cena grotesca dos tresloucados que estouraram duas bombas e correram em direção ao portão da PF que reagiu espantando-os.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

EXPECTATIVA GERAL DA PRISÃO DO LULA

Lula acena para os militantes na sede do Sindicato dos
 Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo.
Poucas vezes, ou talvez nenhuma vez , o julgamento de um habeas corpus demorou onze horas e atraiu a atenção de milhões de brasileiros, que se postaram diante da televisão ,como se fossem assistir a decisão mais importante da História do país.  Foi um julgamento que se destacou pela performance das ministras Rosa Weber e Carmen Lúcia as e Luis Roberto Barroso os quais votaram pela não aceitação do HC ,contrariando alguns ministros, principalmente Marco Aurélio Collor de Melo ,Ricardo Lewandowski ,Dias Tofólli e o polêmico Gilmar Mendes que foi o primeiro a votar, e que inexplicavelmente mudou o seu voto, que tinha dado por duas vezes ,aprovando a prisão em segunda instância.
O mandado de prisão foi expedido dia 5 pelo juiz Sérgio Moro atendendo uma determinação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região ( TRF-4) . Portanto, Luiz Inácio Lula da Silva tem até 17 horas para se entregar. Caso isto não aconteça se tornará fugitivo da Justiça e passará  ser procurado pela polícia.Ele foi condenado em duas instâncias e teve sua pena aumentada de 9,5 para 12,1 em regime fechado.



terça-feira, 3 de abril de 2018

CASUÍSMO É INADMISSÍVEL

Foi nesta sessão do plenário que os ministros aceitaram
apreciar o HC, depois de discutir por horas . Ao voltaram
de um lanche de mais de uma hora de duração ,
disseram que estava cansados e adiaram o julgamento.
Com um pronunciamento fraco a presidente do Supremo Tribunal Federal , Carmem Lúcia ,falou ontem da intolerância e da exacerbação mostrando-se preocupada com o julgamento de um habeas corpus que ocorrerá amanhã. Tudo isto poderia ter sido evitado se simplesmente o plenário deste tribunal desconhecesse este HC como já fez com muitos outros. A aceitação foi uma desculpa esfarrapada e um jeitinho brasileiro de colocar na mesa para julgamento a prisão em segunda instância. Foi um julgamento patético, onde até bilhete de passagem de avião foi exibido. Este assunto já tinha sido apreciado por duas vezes, e estes mesmos ministros tinham decidido por sua aceitação, o que levou muita gente pra cadeia.
Agora, querem reexaminar pela terceira vez. Que tribunal é este, que em tão pouco tempo decide rever uma decisão depois do assunto ser decidido por duas vezes consecutivas? É o atual Supremo ,composto de ministros nomeados por políticos condenados ou investigados.
Não podemos esquecer o personagem do HC. Vamos nos concentrar no que estão falando que é um problema ideológico dos contra e a favor em acabar com as prisões em segunda instância. O que fica é um casuísmo jamais visto na história recente deste tribunal. Por nove juízes, na primeira entrância, no TRF-4 e no STJ , este réu foi condenado , inclusive teve a pena aumentada de 9,5 anos para 12,1 anos de cadeia em regime fechado. Depois deste trabalho imenso, de horas e horas de preparação de provas e julgamentos, agora 11 ministros vão jogar tudo no latão do lixo da impunidade?
Veja o caso do corrupto do Maluf, que depois de anos e anos foi pra cadeia ao 86 anos de idade,hoje, está em casa devido sua saúde fragilizada.
Este é um exemplo claro de que vale a pena roubar. Isto pode ser corroborado pela preferência dos políticos,empresários e agentes públicos corruptos fazerem questão de serem julgados pelo Supremo. Será que somente estes 11 ministros sabem aplicar a Justiça ou tem ai outras razões anti-republicanas embutidas? Veja o número de processos que prescrevem no Supremo por vencimento do prazo legal.
A grande maioria da população brasileira consciente está indignada com estes ministros do Supremo que criaram insegurança jurídica e fortaleceram a impunidade. Outros ,em menor número, defendem a impunidade .São os políticos, empresários e agentes públicos corruptos de colarinho branco, principalmente escritórios de advogados que trabalham no Supremo e militantes esquerdopatas.
Portanto, o que clamamos é a manutenção da prisão em segunda instância como acontece nos Estados Unidos, na maioria do países Europeus e no Japão. Não podemos aceitar o retrocesso jurídico.

quinta-feira, 29 de março de 2018

QUEM PLANTA DISCÓRDIA NÃO COLHE ROSAS

Por várias vezes eles vandalizaram em São Paulo,
protestando contra o impeachment
Os que primam por um debate civilizado respeitando as diferenças de opiniões sempre condenam atitudes mais drásticas ou violentas que venham de encontro às tradições democráticas. Porém, depois de mais de trinta anos de pregação do ódio; de gritos histéricos de golpe,vandalismo nas estradas e avenidas das grandes e médias cidades, com vias interditadas à força com queima de pneus e outros materiais; vandalismo nos institutos de pesquisas; inúmeros terrenos , prédios e fazendas produtivas invadidas e suas casas e tratores queimados, inclusive com disparos de armas de fogo e exibição de armas brancas como facas e facões; tomar à força a mesa do Senado Federal e fazer um piquenique com quentinhas em plena mesa diretora dos trabalhos;chamar os opositores de golpistas e
fascistas ; forçar apartes com gritos desrespeitosos de colegas parlamentares na Câmara e no Senado,
Inúmeras fazendas produtivas invadidas com casas
e tratores queimados, animais mortos e seus
proprietários e empregados expulsos à força.
inclusive quebrando urnas eleitorais durante uma votação no Congresso Nacional; ameaçar dentro do Palácio do Planalto , ao lado de uma então presidente da República , que iriam pegar em armas como fez o presidente de uma central de trabalhadores , e várias outras ameaças deste tipo que se espalham em cada pronunciamento dos petistas e seus seguidores; quebra-quebra e incêndios em prédios dos ministérios em Brasília, além de várias agressões físicas a várias pessoas ,dentre muitos outros. 
Isto é um singelo e pequeno resumo do que está ai registrado nas redes sociais, nas páginas dos jornais e revistas impressos, nos arquivos das estações de televisão. 
Portanto, não foi surpresa o que aconteceu no sul do país , onde os petistas tem sido protagonistas de cenas de violência de toda sorte.
Quem plantou durante mais de 30 anos a discórdia não colhe rosas. Colhe sim , discórdia. Infelizmente, o que aconteceu, e que merece ser apurado,  poderia ter sido também um auto-atentado ( por quê não? ) . Eles são capazes de tudo pra conquistar o poder . De onde vem as ameaças a autoridades, como está acontecendo  com o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal?
Não defendo a violência , mas jogar uns tomates nesta gente que protagonizou a maior roubalheira do Planeta é como jogar rosas, pelo que eles fizeram e fazem de mal a nosso país e ao povo brasileiro. 
Vamos lembrar que somente na Petrobras roubaram mais de R$ 3 Bilhões ( veja Bilhões de reais !) ; mandaram bilhões para os ditadores latinos e africanos comunistas amigos ,dilapidando o BNDES;  deixaram o ditador Evo Morales tomar uma refinaria da Petrobras na marra e nada aconteceu; Compraram uma refinaria ( Pasadena) sucateada e superfaturaram o preço; roubaram até os fundos de pensão dos trabalhadores do Banco do Brasil, da CEF e dos Correios; o seu líder foi condenado em segunda instância por unanimidade a 12,1 anos de prisão em regime fechado por corrupção e lavagem de dinheiro ,e ainda responde a mais cinco processos.

Incendiaram prédios de ministérios e carros
transformando Brasília num inferno.
Quebraram o Brasil que está enfrentando a maior recessão de sua História; tentaram destruir valores nobres de uma sociedade democrática organizada; aparelharam com militantes incompetentes as universidades e institutos de pesquisa, estatais e ministérios. Enfim, promoveram a maior catástrofe na gestão pública e até  mesmo na Casa da Moeda.
Ficam o tempo inteiro demonizando as polícias militares, e ai cabe uma pergunta. Por quê este ódio contra os policiais militares? Por quê são contra a Intervenção no Rio de Janeiro, onde as Forças Armadas  combatem a violência dos traficantes? Por quê esta disposição em  defender preferencialmente os bandidos, esquecendo as vítimas inocentes, inclusive dos militares que tombam em combate ou nas ruas das grandes cidades? 

sexta-feira, 23 de março de 2018

JULGAMENTO VERGONHOSO DO SUPREMO

A formalidade e o juridiquês incompreensível para a maioria da população camuflam  decisões do
STF que fortalecem a impunidade.
Assisti o julgamento da admissibilidade do habeas corpus impetrado pela defesa do Lula no STF visando  empurrar com a barriga a sua prisão. Já condenado em segunda instância pelo TRF-4 por unanimidade, quando a pena dada pelo juiz Sérgio Moro de 9,5 foi aumentada para 12,1 anos em regime fechado. Os muitos e caríssimos advogados de defesa do condenado já entraram com dezenas  de recursos em vários tribunais sendo quase todos recusados por falta de sustentação legal.
Falando no STF, ontem, o advogado José Roberto Batocchio discorreu mais sobre o sistema penitenciário brasileiro,que segundo ele estaria saturado por causa desta disposição dos tribunais em condenar e aprisionar. Ora, se foi condenado tem forçosamente que ser aprisionado, como é o caso do cliente que ora ele defende. E, salientando ainda que se tratava de um ex-presidente ,como se ex-presidente tivesse  imunidade e não pudesse ser preso.
Já a Procuradora Geral da República Raquel Dodge  deu parecer contrário a admissibilidade do  habeas corpus e disse que "ainda que essa decisão já tenha sido sucedida por outra do colegiado , o fato é que este habeas corpus dirige-se contra aquela liminar. E este é o título jurídico que está posto para exame desta Corte." Disse ainda que a prisão em segunda instância é fundamental no combate à impunidade. Ela acompanhou o relatório do ministro Edson Fachin.
Se estes ministros do Supremo decidirem em ajudar definitivamente o Lula vai ser criada uma onda, e os advogados de muitos presos vão também requerer a soltura de seus clientes, e com isto provocará o enfraquecimento da Lava-Jato e o fortalecimento da impunidade. Muitos ficarão livres porque vão impetrar tantos recursos que são crimes vão prescrever. O habeas corpus vai ser julgado no próximo dia 4 de abril.

                                                                                         ENOJADO
O advogado Batocchio conseguiu uma liminar de boca
estranhamente aceita por sete dos onze ministros. .

Confesso que ontem, à tarde,assistindo os votos de Alexandre de Morais, Gilmar Mendes, Dias Tófolli, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Collor , e até do decano Celso de Mello me deu uma sensação de revolta e nojo desta gente, que pra justificar um cambalacho ficam pronunciando palavras desnecessárias de um juridiquês incompreensível pela maioria da população pra encher linguiça. O objetivo é livrar o Lula da cadeia
Um tribunal comprometido, que não pode continuar desta forma , tomando decisões políticas ao invés de julgar. Senão vamos transformar o Brasil numa Bolívia onde o Evo Morales  faz o que quer ou na Venezuela do ditador Maduro, que é quem julga. 
Estes ministros citados chegaram ao extremo de conceder uma liminar de boca, para evitar a prisão do condenado por corrupção, caso o recurso no TRF-4 seja negado. Na hora do julgamento não se contiveram e teceram rasgados  elogios à defesa, citaram até um entendimento de Sepúlveda Pertence, que é da bancada de defesa. Só faltaram  perguntar ao advogado Batocchio o que ele queria.
Parece que tudo já estaria combinado. Basta observar que o Celso de Mello leu o seu voto da liminar de boca ,portanto , presume-se que  já sabia que aquilo poderia acontecer. 
Tudo indica que teria sido um teatro montado para enganar os bestas. Deu a entender para os que assistiram a votação que foi naquelas "visitas" aos gabinetes desses ministros que os advogados de defesa fizeram ,e que por duas vezes foram conduzidos, juntamente com alguns petistas, por Dias Tófolli e Ricardo Lewandowski que a peça poderia ter sido  esquematizada.
O que nos resta, se temos uma Justiça a favor da impunidade?